Siga @katherslynne

24 de jun de 2014

Resenha - Garota Exemplar

Autora: Gillian Flynn
Editora: Intrinseca
Gênero: Thriller
Páginas: 

"Na manhã de seu quinto aniversário de casamento, Amy, a linda e inteligente esposa de Nick Dunne, desaparece de sua casa às margens do Rio Mississippi. Aparentemente trata-se de um crime violento, e passagens do diário de Amy revelam uma garota perfeccionista que seria capaz de levar qualquer um ao limite. Pressionado pela polícia e pela opinião pública – e também pelos ferozmente amorosos pais de Amy –, Nick desfia uma série interminável de mentiras, meias verdades e comportamentos inapropriados. Sim, ele parece estranhamente evasivo, e sem dúvida amargo, mas seria um assassino? Com sua irmã gêmea Margo a seu lado, Nick afirma inocência. O problema é: se não foi Nick, onde está Amy? E por que todas as pistas apontam para ele?"

Você está a procura de um livro novo e diferente? Que te surpreenda, que te faça pensar, refletir e analisar? Que envolva mistério, suspense, dúvidas e um possível assassinato? Então você precisa ler Garota Exemplar.




O livro, que já conta com mais de 4 milhões de exemplares vendidos vai virar filme no fim do ano (clique Aqui para ler a matéria), então recomendo que vocês acrescentem esse livro urgente na lista de leituras futuras de vocês.




O livro começa com os relatos de Nick, um marido que acaba de descobrir que sua esposa está desaparecida e trechos do diário de Amy, a esposa que sumiu. Um capítulo de Nick, um capítulo de Amy. Um casal que passava por crises emocionais, problemas financeiros e até mesmo psicológicos, e que estavam se sentindo presos um ao outro e não se aguentam. Um estava detestando as maneiras do outro.

A medida que o leitor avança na leitura as coisas vão ficando cada vez mais estranhas e assustadoras. Nick diz uma coisa, o diário de Amy diz outra, e você não sabe quem está dizendo a verdade e quem está mentindo. Ele é o principal suspeito, todas as provas apontam contra ele, mas ele jura que é inocente.

Amy conta que era feliz no casamento, mas a cada trecho do seu diário vemos que algo deu errado ali. Os anos foram passando, o amor diminuindo... Parece um típico caso de casamento em crise, quando um acaba conhecendo os defeitos e a verdadeira personalidade do outro e não gostam do que veem. Afinal, como diz o ditado, as máscaras sempre caem, e o rosto que estava por trás dela pode não ser tão belo quanto aparenta.



Gillian Flynn, a autora, faz um relato de uma história assustadora, com uma pitada de humor perspicaz e uma narrativa eletrizante. 

Confesso que no início do livro fiquei um pouco decepcionada. A leitura me cansava e por vezes pensei em desistir. Mas como a leitora aficionada que sou, eu precisei continuar pra saber o que estava acontecendo. Quando eu cheguei perto da página 100 eu estava viciada, não conseguia soltar o livro de jeito nenhum e eu precisava ler desesperadamente o próximo capítulo. E ao mesmo tempo sentia medo. Porque a cada capítulo era uma coisa nova, uma coisa diferente, algo mais bizarro . 

Eu tentava entender o Nick. Eu tentava descobrir as mentiras dele. Porque de dez perguntas que os policiais faziam, ele mesmo confessava ter mentido em pelo menos seis respostas. Como você poderia confiar em alguém que mentia dessa forma? Eu passei a detestar ele no final da parte 1º parte. Mas eu tenho um problema: eu não consigo odiar com facilidade. Eu só queria compreender. Por que, Nick, Por quê? 

Eu me perguntava o que tinha dado errado naquele casamento. Amy, que parecia ter sido feliz no início, passou a se sentir solitária e chegou a ter medo do próprio marido. Nick não estava feliz, e por vezes eu me questionava se ele realmente sentia falta da esposa. O que eu quero dizer é, se sua esposa está desaparecida e sabe-se Deus onde está, se está viva ou morta, é de se esperar que o marido demonstrasse mais sentimentos, não acham? 

E então começa a segunda parte, e um giro completo é feito. E mais uma vez Gillian provou sua genialidade. Eu simplesmente não conseguia acreditar naquilo. 

Eu li muitas resenhas desse livro, a maioria dizendo que estava na cara o mistério da primeira parte e que já tinham desvendado tudo. Eu tenho minhas dúvidas quanto a isso. Foi uma coisa tão diferente, tão nova, que nem nos meus sonhos eu pensava ser possível. E eu passei a sentir pena do Nick. E não sabia se sentia pena ou se me assustava com Amy. 

Me senti usada e enganada por um dos personagens (não vou dizer o nome pra não estragar a surpresa), e eu não acreditava naquilo. Eu só pensava "não é possível, não é possível isso". Sim, eu confesso,  autora e os personagens brincaram com meus sentimentos e com a minha mente.

Conclusão: Eu não sei quem está mais sujo nessa história. Quando o final chegou, eu passei horas deitada tentando digerir aquilo. Quando você pensa que vai acontecer uma coisa, acontece outra. Quando você pensa que o final vai ser isso, ele é aquilo. 

O que está esperando pra ler? Tire suas próprias conclusões, se surpreenda, e prepare-se para passar por uma teia de mentiras e fingimento.

Clique Aqui para ler o 1º capítulo

2 comentários:

  1. Gostei da resenha, acho que vou ler

    ResponderExcluir
  2. Parece ser do tipo inesperado que nos agarra de uma forma impossível de parar de ler, eu juro que não achava que era grande coisa mas esse ponto de vista me chamou a atenção, agora quero ler Garota Exemplar

    ResponderExcluir

O que achou desse post? Encontrou algum erro ortográfico? Não deixe de comentar! Sua opinião é muito importante pra nós.
Não tem conta no google? Não tem problema.
Escolha a opção nome/url e coloque seu nome.
Volte sempre.