Blogueira literária, apaixonada por livros, filmes, séries e outras coisinhas da cultura nerd. Responsável pelo projeto F.A.L.E. e pela revista Jovem Geek. Autora no Nyah, Spirit e Wattpad. Auxilia na revisão de originais e suporte a autores iniciantes.

13 de jun de 2017

Desafio 1 : Fique offline por 1 dia



Ok, eu sabia que esse desafio seria difícil. Mas começar aos poucos e ir se acostumando? Nem pensar, tem que ser na base da porrada, entra e apanha.

Eu queria ter levado esse desafio por um lado mais easy, tipo, offline é só desativar o bate-papo das redes sociais e não falar com ninguém, certo? Só que meio que eu já faço isso várias vezes, então ne... Fui pelo lado hard mesmo, um dia inteiro longe da internet.

E gente, foi HORRÍVEL. Eu surtei o dia todo, minha cabeça doía, eu pensava a todo instante em desistir e começar no dia seguinte. Só que sei lá, outra parte de mim pensava : "se eu adiar hoje, vou querer adiar amanhã, e serão tantos adiamentos que vou acabar desistindo". É, sou dessas, não me orgulho.

O problema já começou pela manhã, porque eu jogo cartola. É, aquele "joguinho" onde você monta seu time, estaca jogadores, e o que eles fazem na vida real impacta nos seus pontos - os que você já tem, os que poderia ganhar ou perder. E tipo, toda rodada do campeonato brasileiro você tem que atualizar seu time, e eu não tinha feito o da 6ª rodada e tem um limite pra você atualizar, porque o mercado fecha. E adivinha? O mercado fechava naquele mesmo dia.

Eu precisava entrar ali, e foi o que eu fiz. Eu sei, foi mal. Foi só por tipo, uns 5 minutos. Só que pensei, putz, já era, ne? Mas não, foquei em permanecer firme. Mas aí lembrei do Amor Doce, aquele game de paquera onde você escolhe um crush - que é um personagem- e vai vivendo uma história e tudo, só que pra jogar precisa de PAs e pra ganhar eu faço o seguinte :


  1. Entro todo dia no site e ganho 10 PAs só por ter entrado.
  2. Clico numa florzinha e posso ganhar de 0 a 20 PAs
  3. Se o signo do dia for o meu - virgem, ganho 5 PAs.
E eu estava a quase 1 mês seguido entrando só pra ganhar PAs e sem jogar, porque sério, precisa d de tanto PA que eu passo 3 meses juntando pra poder passar 1 dia inteiro jogando. Então entrei no site, peguei meus PAs e saí. Coisa de 3 minutinhos.

Só que aí tinha o Erepublik, jogo de estratégia que jogo. Eu só precisava entrar e clicar num botão "WORK", porque se eu faço isso todo dia durante 1 mês eu ganho um troféu e faltavam só 11 dias, eu não queria perder e recomeçar do zero. Entrei aqui também.

Sem falar que minha mãe precisou falar comigo pelo face, então entrei só pra falar com ela e pelo perfil da minha irmã. Não vi memes, não vi nada, juro. Só falei com a minha mãe.

E parece que mexi muito, mas não deu nem 30 minutos de uso da internet. E pra mim, que costumo passar todo o tempo que posso sentada na frente do computador, foi horrível. Fiquei vendo música no MTV Hits, assisti séries na tv, dei aquele tapa básico na casa, E ataquei armários e geladeira.

Teve um momento, no finalzinho da tarde, que algumas lágrimas chegaram a escorrer. Pra você ver, não é mais um vício, é uma obsessão? E fiquei me culpando pakas pelo tempo que fiquei na internet nesses jogos. 

Fez com que eu me sentisse uma viciada, um usuário de droga sem sua pedrinha. E o engraçado é que nem parece que tenho tanta coisa assim pra fazer na internet, é só a vontade mesmo de estar ali, conectado.

Conclusão

Posso mandar a real? Okay, percebi que dependo muito da internet, de estar conectado. Mas sério, não vou mais me culpar por isso não. No mundo em que a gente vive, estar conectado é vital. Você sabe das notícias, se informa. E não penso em fazer isso de novo não, tentar ficar um dia todo offline. O que eu poderia fazer é reservar alguns dias por mês pra mexer pouquinho, coisa de 30 minutos. E checar o email, porque sinceramente, no dia seguinte minha caixa tava lotada. Eu estava combinando um sorteio para o dia dos namorados com outros blogueiros, e sumi do nada. 

Pra quem for participar e fazer esse desafio, recomendo que já deixem no esquema o que precisa ser feito naquele dia. Porque eu poderia ter pedido para algum amigo entrar naqueles jogos pra mim, avisado aos blogueiros que ia sumir. Só que como resolvi fazer o desafio do nada, nem me planejei direito e tomei na cara. 

E assim, parabéns pra quem mexe pouco e nem sentiria falta da internet. Mas como não sou esse tipo de pessoa, não vou sofrer assim de novo nunca mais. Desafio horrível, mas que ajudou numa coisa : a pensar no que eu faço na internet. É produtivo? O que é importante e o que não é? Vale a reflexão. 



5 comentários:

  1. kkkkkkkkkkkk desculpe, mas é Hilário! Parece que vc tava perdida e a cada frase lida acima eu achava engraçado poorq eu devo imaginar como foi difícil.. eu fico com medo de testar mas é uma boa ideia. EU vou fazer esse teste! vou me desafiar, ate anotei na minha lista de coisas pra fazer.

    http://levandoaseriio.blogspot.com.br/
    beijos

    ResponderExcluir
  2. Hahaha, gente... Li imaginando teu desespero. Eu ficaria louca, até pq eu trabalho com a internet então, seria realmente complicado KKKKK.
    Mas, a ideia é boa e super válida! ;)

    ResponderExcluir
  3. Hahahahahahaha desculpa, tive que rir. Não tô rindo de você não, tô rindo porque me identifiquei demais com a sua saga. Não sei se conseguiria. Acho que diminuir o tempo que passamos na internet é sempre bom, mas ficar offline? Eu ficaria doida, isso sim.
    Beijos
    Mari
    www.pequenosretalhos.com

    ResponderExcluir
  4. Nossa, não sei se conseguiria seguir este desafio. Passo 24 horas por dia conectada, não tem como mesmo. Mas que bom que você se comprometeu a isso e viu como estava seu nível de "vício" de internet.
    Beijos

    Universo das Esmaltólatras por Opção / Facebook / Instagram

    ResponderExcluir

O que achou desse post? Encontrou algum erro ortográfico? Não deixe de comentar! Sua opinião é muito importante pra nós.
Não tem conta no google? Não tem problema.
Escolha a opção nome/url e coloque seu nome.
Volte sempre.

Sobre Nós

Blog literário criado por Thainá dos Santos e administrado com a colaboração da Emily Araújo.

Contato

Nome

E-mail *

Mensagem *